Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Comissão de comerciantes pede flexibilização das restrições em Itajubá

comerciantes

Uma comissão de comerciantes foi formada em Itajubá para pedir a flexibilização das medidas importas pela onda roxa. O grupo protestou nesta segunda-feira (5) na cidade e destacou ser possível reabrir os estabelecimentos respeitando protocolos de prevenção à contaminação pela Covid-19.

“A gente entende o momento de exceção que a cidade passa, mas gostaríamos também da compreensão das autoridades de que é necessário que as empresas reabram e continuem gerando trabalho”, destacou o comerciante Leandro Pamplona.

De acordo com a comissão, há mais de 3 mil estabelecimentos comerciais em Itajubá e a maioria dos comerciantes teve que demitir parte do quadro de funcionários. O grupo destaca ainda, que os empresários temem ficar com as portas fechadas e não voltar para o mercado de trabalho.

“Eu tinha cinco funcionários trabalhando comigo, agora só estamos eu e minha esposa. Quando vieram as medidas de restrição, fechou as portas e não entra ninguém. A partir deste dia, a gente está esperando para ver se toma alguma medida. Comecei com o delivery, mas como comecei agora tenho tido pouca saída [de produtos]”, falou o comerciante Pedro Gustavo de Lima, que possui um restaurante na cidade.

A comissão é formada por oito comerciantes, que tentam viabilizar a flexibilização para reabertura dos estabelecimentos.

“A gente quer medida restritiva que seja funcional. Todo mundo se interessa em diminuir os casos de morte e internação, mas o que está acontecendo, não está sendo funcional. Os supermercados diminuíram os horários de funcionamento e estão ficando lotados perto da hora de fechar. Diminuíram a circulação de ônibus, então quando tem uma linha lota também. Tinha que estar acontecendo o contrário. Infelizmente, também, as nossas lojas, que já entravam tão poucas pessoas, que não era o caso de disseminar porque mal se via uma ou duas pessoas dentro, tivemos que fechar e não podemos nem atender na porta”, alegou a comerciante Shirlei Mazzarino.

Comissão de comerciantes pede flexibilização das restrições impostas pela onda roxa em Itajubá (MG) — Foto: Reprodição/EPTV

Comissão de comerciantes pede flexibilização das restrições impostas pela onda roxa em Itajubá (MG) — Foto: Reprodição/EPTV

Fiscalização e queda de casos

Com a onda roxa, a Guarda Municipal intensificou a fiscalização em Itajubá. Oitenta profissionais trabalham pra manter as regras de distanciamento e também para garantir que a lei da obrigatoriedade do uso de máscara seja respeitada. Até agora já foram aplicadas quinze multas.

Conforme dados da secretaria estadual de saúde, é possível verificar uma pequena diminuição nos casos de Covid-19. Nos 20 dias antes do decreto estadual, que começou no dia 17 de março, tinham sido notificados 1.405 novos casos. Agora, 20 dias depois, foram 1.256 casos.

“A gente tem observado nos últimos 10 dias uma diminuição sensível, considerável, no número de casos novos. Essa diminuição é recente e ela ainda não impacta no número de pacientes internados. Minha impressão é de que se observa a diminuição no número de casos novos e isso vai se refletir em taxas de ocupação hospitalar em uns 10 dias. É importante que as pessoas não relaxem nas medidas de precaução e que mantenha. Da mesma forma como a gente vai ver uma diminuição de casos, espero que isso ocorra em breve, se as pessoas mudarem o comportamento e voltarem para o padrão que elas tiveram em dezembro, a coisa volta a piorar”, falou o infectologista Bruno Michel.

Covid-19 em Itajubá

Conforme boletim divulgado pela prefeitura, Itajubá contabiliza 6.401 contaminações, sendo 282 mortes pela Covid-19. A taxa de ocupação de UTI para Covid-19 e também de enfermaria é de 100%, de acordo com o balanço da administração municipal.

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe seu comentário:

Nossas Redes Sociais

Rádio Jovem FM


R. Comendador Schumann, 127, Centro/Itajubá - MG
Cep.: 37501-056
Fone: (35) 3622 4649
ouvinte@jovemfm987.com

Mapa do Site

Curta no Facebook

Redes sociais